domingo, 5 de junho de 2011

Domingo

domingo, 5 de junho de 2011





Estou sentindo todas as sensações que só o domingo pode causar. O domingo nunca vem para o bem. É aquele dia que você olha para dentro e só encontra tristezas. Não sou o tipo de pessoa social. Eu sofro, choro e me culpo. Estou sozinho aqui. Ainda não conquistei nada. Me sinto espremido. Já faz algum tempo que não me sinto feliz. Como nada novo acontece o sentimento continua o mesmo. Eu queria ser o tipo de pessoa que tem o blog cheio de fotos felizes e sorrisos, mas não me sinto assim. Acho que nunca fui inteiramente feliz. Li uma vez que na vida não existem pontos finais felizes, existem virgulas felizes. Olhando para traz não consigo enxergar uma historia feliz. Eu só tive momentos, bem poucos, felizes. Ainda tenho fé. A fé é a unica coisa que me faz acordar todos os dias de manhã. Nem sempre de manhã, por que as vezes nem dormir consigo. Mas ainda tenho esperança que a minha vida mude. Um dia vou acordar e as coisas vão melhorar. Fiz tudo como me mandaram, sempre andei no caminho. Acreditei e fui fiel a todos os meus princípios. Talvez eu encontre a alegria na esperança. Só assim vou poder ter um sorriso verdadeiro para mostrar.

Estou ouvindo nesse exato momento uma musica da banda One Republic que se chama "Stop And Stare"


"This town is colder now,
I think it's sick of us
It's time to make our move,
I'm shakin off the rust
I've got my heart set,
On anywhere but here
I'm staring down myself,
Counting up the years
Steady hands, just take the wheel...
And every glance is killing me
Time to make one last appeal...
For the life I lead"



2 comentários:

  1. aaahh.. domingos são assim sempre chatos, a tristeza maior é lembrar q o dia seguinte é segunda ¬¬
    ja as sextas sao pura alegria!!! ainda temos o final de semana inteeeiro pela frente!! adoro isso <3

    ResponderExcluir

Gabriel's Journal © 2014