domingo, 7 de julho de 2013

As Vantagens de Ser invisível - Resenha

domingo, 7 de julho de 2013

Sinopse - As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky
Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo. (Skoob)
Gostei muito do livro. Li em 3 dias. Foi um dos livros em que li mais rápido. Já tinha visto o filme antes mas isso não atrapalhou em nada. É claro que eu já sabia do que se tratava da relação dele com a tia quando comecei a ler o livro porque já tinha visto o filme antes. Mas o livro é delicioso do começo ao fim. O livro é todo em forma de cartas, então você fica ainda mais ligado com a história porque as cartas são para você e você se sente dentro do universo do livro. Depois que terminei o livro assisti novamente o filme e percebi que o filme não peca em nada. Melhor adaptação "evar". Depois até assisti novamente The Rocky Horror Picture Show (que tem papel importante no livro.) Muito bom. (palmas)

Para tornar minhas resenhas mais dinâmicas resolvi começar um vlog literário. Já adianto que eu sou uma pessoa confusa. Falo rápido e embolado. As vezes penso mais rápido que falo e as vezes penso e acho que falei.  O video é confuso, eu sou confuso... vem aqui me dar um abraço. Risos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014