sábado, 6 de julho de 2013

TWD – A Ascensão do Governador

sábado, 6 de julho de 2013
Terminei de ler o primeiro livro de The Walking Dead e vou usar o blog para poder indicá-lo a vocês que são fãs da serie de tv. Aproveitando que tenho assistido muitos filmes, series e lido livros, criei uma nova categoria aqui no blog chamada Resenhas. Já tenho feito isso no meu blog de ilustração aqui dentro do Mundobrel, mas aqui no meu blog pessoal estou livre para fugir da “obrigação” de fazer ilustrações sobre o assunto. Até porque nunca desenhei zumbis antes. Risos. Podem ler o post sem medo de spoilers. Uma coisa ou outra vão aparecer ali e aqui, mas não vai ser nada que vai atrapalhar a leitura de vocês. Nas considerações finais do post coloco comentários com spoiler, mas aviso antes de ir metendo bala para todos os lados. Páh páh páh.
No livro de The Walking Dead – A Ascensão do Governador, é contada a história de Phillip Blake como personagem principal. É como se você estivesse assistindo a serie de tv sobre um outro ponto de vista. Da até para dividir os capítulos por “episódios”. Nesse livro nenhum dos personagens da serie de tv, com exceção de Phillip, aparecem. Phillip está ali ao lado de sua filha, dois amigos e seu irmão Brian Blake. 
Antes de começar a ler o livro já esperava por um Phillip agressivo e perturbador. Engano meu. Phillip é um homem de garra e tudo o que faz é para proteger sua família que em meio a um apocalipse zumbi ganha mais dois integrantes, que são os seus dois amigos. Por assistir a serie de tv, inevitavelmente vou imaginando o mesmo phillip da terceira temporada (fisicamente). Pela descrição de sua aparência no livro é impossível associá-lo ao ator da serie.
O livro é muito interessante e vai contando o passo-a-passo de Phillip até Woodbury, mostrando o surgimento do “Governador”. Roubando carros e enlatados ele atravessa cidades protegendo a única mulher que ama, Penny, sua filha. Com o passar do tempo novos personagens vão aparecendo. São esses personagens que vão mudando Phillip por dentro e fazendo que a postura do Governador apareça.
Phillip não é de fato um homem de coração sombrio. Ele se transforma em um. Mas como é o personagem principal,  você acompanha a sua vida tentando aceitar todas as suas atitudes. Você sabe que são erradas, mas você está ali com o livro na mão torcendo para que ele perceba que está seguindo por um caminho errado. No inicio da parte 3 do livro uma frase de Mary Wollstonecraft me chamou a atenção: “Nenhum Homem escolhe o mal por ser mal, mas apenas por confundi-lo com felicidade, que é o que ele busca.”
Eu estava pensando em ler um livro mais leve agora que terminei TWD, mas é impossível abrir mão da história logo agora que todo os detalhes foram revelados. O livro é um pouco “pesado”, mas afinal o que você espera de um livro de zumbis?! Todos que assistem a serie deveriam ler o livro. Vou enxergar o Phillip da serie de outra forma de hoje em diante. Sei que ele é o grande vilão, mas agora entendo o seu ponto de vista sobre as coisas.
[spoiler]
-Sobre o estupro de April- Achei estranha a escrita do autor. Ele ficou falando do corpo de Phillip e de como ele era musculoso… sobre a ereção… Achei estranho. Não pelo fato de Phillip ter estuprado a April, mas pelo fato do autor descrever Phillip de um ponto de vista erótico. Seria mais interessante se ele abortasse a situação pelo ponto de vista da April. Em certo ponto ficou parecendo uma cena romântica na cabeça de Phillip, o que de fato não era. Era apenas phillip usando o corpo de April como uma mão que masturba. Sem beijos e sentimentos. Não estou dizendo que o estupro não deveria acontecer na história, mas que seria melhor aproveitado se fosse escrito pelo ponto de vista de April.
-Sobre a troca de roupa na loja de motos- Em um certo momento o autor fala que Phillip tirou a calça e a cueca estava tão colada no corpo que parecia uma segunda pele. Ele teve que se virar para a Penny não ver o contorno do seu pênis. Achei totalmente desnecessária essa parte. Ok, ele precisava falar que eles estavam suados e que a roupa estava “ensopada”. Mas precisava mais uma vez falar do “pinto” de Phillip? Estou até agora tentando tirar essa imagem da minha cabeça.
-A invasão da casa na floresta- Achei incrível! De fato, a melhor parte do livro. O modo como eles correram pela floresta fugindo. A morte da Penny. Todo o sentimento de vingança da parte de Phillip. Os estupros da prisioneira. Dessa vez ele falou do estupro mas sem aparentar estar tão interessado no “pinto” de Phillip. Estava tão empolgado nessa parte do livro que entrei em um ritmo de leitura tão forte que me assustava com a rapidez que virava as páginas. Mas chocado ainda e como ele “domesticou” a “pennyzumbi”. Já esperava por isso porque já tinha visto a menina na serie. Mas eu via por um ponto de vista totalmente diferente..até porque na verdade o Phillip é o …próximo tópico…
-Final do livro- Fiquei totalmente surpreso pela morte de Philip. Mas como assim ele morreu? Ele não é o Governador? Eu ainda fiquei esperando que ele voltasse… que um médico conseguisse salvar a vida dele. Mas gente, ele foi comido por zumbis. Como assim só sobrou o Brian? BAAAAAM!!!! Brian é o governador e está usando o nome do irmão. Está certo que chega um ponto “umas 3 páginas” antes da revelação que você já percebe que Brian vai assumir o posto de Governador. Mas você lê tudo tão rápido que parece que tudo aconteceu em um parágrafo. Melhor final para sempre amém. Estou super ansioso para começar a ler O Caminho Para Woodbury (hoje a noite). Melhor R$:30,00 investidos até esse momento da minha vida. Beijo, tchau!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014