sábado, 6 de julho de 2013

TWD – O Caminho Para Woodbury.

sábado, 6 de julho de 2013
Diferente do primeiro livro a sequência de A Ascensão Do Governador não me empolgou muito. O primeiro livro é bem melhor. Nesse livro acompanhamos a trajetória, chegada e estadia de Lilly Caul em Woodbury. As vezes o “foco” em Lilly é tão fraco que você se esquece que a protagonista do livro é ela. A maior parte da historia e ação ficam por conta de Philip Blake e Josh. Chega um ponto que você não se interessa mais por Lilly.
O livro pecou em prolongar a chegada de Lilly e seus companheiros a Woodbury, que é o que realmente interessa. Ninguém se importa com Lilly e Josh, queremos saber o que passa na cabeça do Governador. Parece  que o autor tinha uma história pequena para contar (que é o final do livro) mas para o livro não ficar muito fino ele enrolou 60% do livro. Não que não tenha acontecido eventos interessantes. Mas nenhum evento tem relação diretamente com a “formação da personalidade” de Lilly como aconteceu no primeiro livro formando a personalidade do Governador.  O livro é um tédio.  Só para você ter uma noção uma página e meia é dedicada a um discussão entre dois maconheiros de quem havia peidado. Serio! Se o primeiro livro é nota 9 este é nota 3.
Espero que no próximo livro eles contem a história de personagens que já tenham um vinculo com os fãs de TWD. Seria incrível se eles contassem sobre o passado da Michonne até o conflito dela com o Governador. Não precisava nem entrar em detalhes da relação dela com os personagens da serie de tv. Mas a Michonne é uma personagem tão enigmático que nos da vontade de ler sobre ela. Saber quem eram aqueles dois zumbis que ela “adestrou” e a relação de amizade (colorida) dela com a Andrea.  Vamos ficar na torcida.
Eu sei que esses posts não rendem comentários e que a probabilidade de algum leitor do meu blog ter lido o livro é mínima… mas mesmo assim vou continuar fazendo resenhas. Fico me imaginando daqui a anos relendo os livros e lendo esses posts para saber se minha opinião continua a mesma. Risos. Comecei a ler Jogos Vorazes e estou gostando bastante. Só me arrependo de ter visto o filme antes. Queria poder imaginar a história sem lembrar automaticamente dos atores do filme. Acho que não vou demorar muito para terminar.
[Spoiler]
-Circo- De onde foi que o autor tirou o circo? Se ele fosse contar mais sobre o que aconteceu e escrever uma luta decente, até estaria perdoado. Mas como assim aparecem zumbis anões maquiados saindo da floresta. Não. Para. Foi meio bizarra essa parte. Se pelo menos eles encontrassem um circo e fossem checá-lo atrás de alimentos e armas…
-Lilly apanhando no acampamento- Simplismente amei. Desde o começo do livro eu já achava a Lilly um tédio, sendo assim achei a surra bem dada. Lilly é apenas uma figurante no livro.
-Morte da mãe de Josh- Achei genial! Nunca tinha pensado em uma morte daquela forma. Por um segundo imaginei a Adele, esposa do Richard em Grey’s Anatomy, sendo atacada por zumbis. Risos risos risos.
.
Post sobre o primeiro livro • TWD - A Ascensão do Governador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014