segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Dessa vez vai.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Continuo firme e forte no meu regime. Está é a minha primeira promessa de ano novo que eu cumpro. Estou tão orgulhoso de mim. Minha rotina mudou totalmente, agora não sou mais uma pessoa sedentária. 
Acordo todos os dias as 9 horas, como uma fruta e faço uma hora (literalmente). Vou até a praia pedalando. Antes eu fazia a metade do percurso que faço hoje em dia. Estou com tanta energia e disposição que não pulo nenhum dia de pedalada.
Volto da praia e almoço. Lá pelas 15:00 horas tomo um iogurte diet e janto as 18:00. 21:00 como uma fruta e nada mais. Como estou me exercitando todos os dias, não tenho mais problemas para dormir. Todos os dias sinto sono e durmo as 0:00. Antes dessa minha nova fase eu só conseguia dormir depois das 4:00 horas da manhã. Era muito frustrante as vezes ver o sol nascer e o sono não chegar. Minha vida mudou completamente.

Andar de bicicleta sempre me fez bem. É o momento em que fico sozinho com meus pensamentos e coloco minha cabeça no lugar. As vezes até penso em ficar na praia por mais tempo, mas não fico porque tenho que comer de 3 em 3 horas (e também porque estou cor de petróleo mesmo usando protetor solar). Todos os dias acontece alguma coisa diferente. Ontem pro exemplo, vi um senhor andando de patins, capacete, cotoveleiras e tudo mais o que tem direito patinando pela ciclovia. O fato curioso é que ele estava com os braços estendidos (como uma espécie de saudação ao sol) e andando de costas. Só depois que eu entendi que ele estava fazendo uma patinação artística como as pessoas fazem no gelo. As pessoas passavam por ele rindo, eu apenas achei curioso. A pessoa tem que ser muito corajosa para fazer patinação artística no meio da praia.

Ontem atropelei um pedestre. O garoto, de uns 15 anos,  estava andando de cara para cima no meio a ciclovia. O pai dele estava mandando ele sair da ciclovia e ele só fazia cara de adolescente revoltado. Esperei chegar bem perto dele para poder usar a buzina. Infelizmente ele pulou para o lado errado. Minha intenção não era atropelá-lo, claro, era apenas assustá-lo. Mas no fim das contas fiquei um pouco feliz por acertar o cotovelo dele. (Isso me torna uma pessoa má?)

Hoje atropelei um outro ciclista. Mas em minha defesa, ele estava andando no meio da ciclovia. Quem anda de bicicleta nas ciclovias de Vila Velha sabe que você tem que ser bem preciso na hora de ultrapassar outro ciclista na ciclovia apertada. São pedestres passando por ela o tempo todo. Então lá fui eu, empolgado pelo dubstep nos fones de ouvido, e acelerei. O ciclista que tinha dreds grandes, do nada virou o volante todo para a esquerda. Obviamente a batida foi violenta. Me lembro de na hora ter falado "VIXI" bem alto. As coisas dele voaram pelo chão. Pedi desculpas, mas fiquei muito mais feliz quando ele pediu desculpas e assumiu a culpa. Porque eu morro de medo de apanhar de um desconhecido na rua. Se isso um dia acontecer acho que eu caio para dentro e só saio quando tiver sangue nas minhas mãos. Vocês não imaginam o hulk que existe dentro de mim. Queira Deus que esse dia nunca chegue. Porque sou bastante medroso. 

obs: Já perdi 10 quilos até agora. Falta muito ainda para chegar no peso que eu quero, mas estou bastante satisfeito com o resultado. Outro dia volto e conto mais sobre minha dieta. Até mais.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014