sábado, 31 de maio de 2014

Meu primeiro mês de academia.

sábado, 31 de maio de 2014
(Foto: Júlia Medeiros)

Senti vontades (de 5 segundos por dia) durante toda a primeira semana de academia de abandonar tudo. As dores eram intensas e pensava que nunca ia conseguir levantar mais do que dois quilos. Me sentia gordo e despreparado... ainda me sinto mas com o tempo você vai se acostumando. Uma das vantagens de ter escolhido o horário da promoção é que a academia está super vazia, sendo assim não preciso me preocupar se estou pagando mico perto de uma pessoa mais forte. Basicamente divido meu horário da academia com 3 mulheres mais velhas e um cara forte.
As pessoas estão sempre de cara fechada. Nunca nem cumprimentei por saber que não seria correspondido. Eu sei que a academia não é um lugar para socializar... mas como ela é pequena as pessoas poderiam ser um pouco mais educadas. Fiz minhas primeiras semanas sem usar fones de ouvidos na esperança de fazer alguma amizade, mas hoje em dia já não ligo e fico ouvindo minha Beyoncé gritando durante todo o período. Só minhas professoras e as meninas da recepção que são super simpáticas e atenciosas. O resto das pessoas estão sempre de cara feia.
Faço meus alongamentos em casa porque tenho vergonha de ficar me "espichando" na frente dos outros. Quando chego na academia pego o meu papel e vou para os aparelhos. Tem dias que só minhas duas professoras me fazem companhia (são meus dias favoritos).
Com o passar do mês meu treino foi ficando um pouco mais pesado. Ainda não levanto muito peso e nem faço muitos aparelhos mas já sinto tudo trabalhando.
O segredo é passar das duas primeiras semanas. Depois que você vai se acostumando com os exercícios aquela dorzinha passa a se tornar prazerosa. Sinto que posso pegar mais peso e fazer mais exercícios mas minhas professoras não deixam ainda. Sei que é culpa minha porque sou muito ansioso. Tudo o que eu faço quero fazer com eficiência e rapidez, mas na academia as coisas não podem ser assim. É preciso ir com calma que o resultado vai aparecendo aos poucos.
Durante esse mês a balança foi minha pior inimiga. Estava emagrecendo em media de 5 a 6 quilos por mês, mas nesse mês só emagreci dois. Eu sei que estou ganhando massa magra. Mas mesmo assim isso não me impediu de dar um pirada. Porque minha cabeça ainda é a mesma de quando tinha 130 quilos. Fico sempre com medo de engordar mais e de que não vou conseguir chegar ao meu objetivo. Agora a balança não vai fazer muita diferença porque meu peso vai oscilar muito e vou perder massa gorda e ganhar massa magra. Músculo pesa mais que gordura.
Basicamente tenho andando de bicicleta na praia como faço desde janeiro todos os dias. Depois do almoço fico de 13:00 ás 14:30 na academia. No intervalo de 2 em 2 aparelhos faço 5 minutos de esteira. Depois que termino tudo faço 30 minutos de esteira (para me despedir da academia hahaha).
Minha alimentação está super regulada. Estou comendo de 3 em 3 horas com direito a muitas frutas.
Domingo é o dia da minha refeição "podrona". Sempre pedimos pizza e eu como um pedaço. No começo as noites de domingo eram as minhas favoritas mas com o tempo foi perdendo um pouco a graça. Essa refeição "podrona" é super importante para acelerar o metabolismo e o corpo não se acostumar com a dieta.
O meu paladar mudou completamente. Não vejo mais graça em doces. Quase não tomo refrigerante, só tomo quando saio com meus amigos e não quero pagar R$:3.00 em 200ml de suco.
Mesmo comendo pouco não sinto fome. Fico assustado quando me lembro do quanto eu comia antigamente. Tinha dias que tomava um pote de sorvete SOZINHO durante um dia!
O meu corpo está mudando, minha mente está mudando e estou ficando muito feliz com os resultados. Minha melhor decisão foi mudar para me sentir feliz. Um presente que me dou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014