quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

TAG: know your blogger

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014
Fui taggeado (fiquei na dúvida se essa palavra realmente existia) pela crespa. responderei 11 fatos sobre mim, 11 perguntas que a Crespa criou para os blogueiros que ela indicou. E também tinha uma parte que era para eu criar 11 perguntas para indicar para 11 blogueiros. Mas eu estava pensando aqui e eu não conheço 11 blogueiros. Sigo pouquíssimos blogs. Para falar a verdade eu acho que nem conheço 11 pessoas. Tem a minha irmã... a Paola... pronto acabou. Risos. Então nessa terceira parte eu vou dar uma pequena roubada e fingir que não vi. Para disfarçar vou deixar vocês com essa foto minha pulando que minha irmã tirou semana passada.



1 • Tenho problema em ver cores. Eu sei que muita gente já sabe, mas sempre acho bom reforçar. Apesar de trabalhar 24h com cores eu não sei diferenciá-las com muita facilidade. Para mim existe só 4 cores e o restante são variações delas. Seriam Amarelo (englobando todos os verdes e laranjas) Azul (englobando todos os roxos e "lilázes") e vermelho (que ai você coloca os rosas todos ali do lado) e o preto. Sendo assim eu trabalho as cores de formas diferentes que todas outras pessoas.

2 • Nunca pensei que seria "magro". Gordo desde criança nunca me imaginei entrando em roupas pequenas. Isso de poder escolher minha própria roupa é novo para mim. Antes só usava roupas "herdadas" por pessoas mais gordas que eu ou as camisas do meu pai. É por isso que em 2009 eu só usava xadrez.

3 • Tenho medo de dirigir. Com carteira de motorista desde os 18 anos, foram poucas as vezes que eu dirigi. Antes meu avô me obrigava a dirigir. Me colocava para fora de casa e só me deixava entrar se eu desses algumas voltas pelo centro da cidade com o fusca dele. Odiava! Pior fase. Que morte...

4 • Não como carne. Não é que eu não coma totalmente. Mas como morrendo de nojo. Quando eu era criança meu pai tinha um açougue e eu via tudo ser feito. Nunca gostei de comer carne. Só como bife se for bem fino e bem passado. Fica com a aparência e talvez o gosto, não vou mentir, de uma sola de sapato. Mas hambúrguer de boi eu me acabo. Quando tenho que comer alguma carne, só como a moída. 

5 • Já tive fotolog. Um dos melhores momentos da minha vida foram naquela rede social. Fiz amizades e passava horas tirando fotos com meus amigos na rua. Acho que nenhuma geração vai se divertir tanto quanto a minha se divertiu no fotolog. Porque só existia aquela rede social para fotos. Então todo mundo se concentrava no mesmo lugar. Me sentia o máximo batendo papo com todos os golds no msn. Risos.

6 • Esse ano saiu o primeiro livro que eu ilustrei. É um livro infantil e eu amei ter feito com a orientação do Kiko. Mas como rolou #tretas na empresa que eu trabalhava (eles não colocaram meus créditos) eu nem fiz muito alarde. O que é uma pena. Isso seria uma lembrança de carinho para sempre na minha memória e eles estragaram tudo. Maldito mundo financeiro. Mas tenho uma cópia guardada na minha estante.

7 • Já faço academia a mais de 5 meses e ainda não estou bombado/gostoso. Risos. Justamente por culpa da alimentação. Como não como nenhuma fonte de proteína meus músculos não desenvolvem. Eu ainda não sei se gosto disso ou não. Só sei que adoro ir para academia, mesmo ninguém lá conversando comigo.

8 •  Sempre ouvi músicas pop. No ensino fundamental ouvia escondido, claro. Mas meus primeiros cds foram da Britney e da Christina. Sempre ouvi escondido mas hoje em dia não ligo muito. As pessoas vivem apontando e me chamando de gay por isso. Mas gente, sinceramente, eu cresci em uma geração que não tem nada demais em ser gay. Metade dos meus amigos são. Ser chamado de gay não é uma ofensa muito grande para mim. Sou hetero e beijo meninas, não é um estilo musical que vai me fazer ser gay. Eu jamais seria um desses caras que curtem sertanejo universitário e que vão na balada pegar várias mulheres. Deixa eu aqui ouvindo minha Rihanna, deixa.

9 • Só tive duas namoradas nessa vida. As duas foram muito especiais e representam momentos diferentes da minha vida. Hoje em dia elas são completamente diferentes (e mais interessantes) do que eram antes. Eu seria amigo das duas, mas a primeira tem namorado e eu acho que ficaria chato ter o mesmo tipo de amizade que tínhamos antes. A segunda me odeia RISOS! Não sei se me odeia mas é que nunca deu tempo da gente ser amigos. Pulamos direto para a segunda parte.

10 • Enrolei até os 23 anos para me alistar por medo de ser chamado. Deus me livre entrar no exército, ter que raspar a cabeça, tomar banhos coletivos e fazer exercícios físicos. Quando finalmente me alistei não fui aceito porque minha cabeça era muito grande e não caberia em nenhum chapéu! RII-SOOS! É verdade, ela é enorme.


11 • Eu nunca pensei que seria ilustrador. Eu sempre me imaginei sendo dono da minha própria marca. Com as desilusões da faculdade me mudei para a fotografia e tentava ser um retratista ou um fotógrafo de moda de sucesso. A ilustração sempre me abriu mais portas então me dedico a ela até hoje.
Perguntas da Crespa

1 • Qual é o seu maior sonho?
Acho que é ver o Mundobrel crescer. Começar a antender grandes empresas e ter um próprio escritório. Não aguento mais trabalhar no meu quarto!

2 • Qual é a sua melhor lembrança da sua infância?
Sair correndo da escola para assistir Amigos Para Sempre (novela mexicana que passava no SBT) com minha irmã e minha prima. RISOS

3 • O que você já comeu e ficou com vontade de vomitar depois?
Quase TUDO que tenha animais (Não sou vegetariano)! Eu sempre só como as mesmas coisas. Meu almoço é o mesmo todos os dias. Eu só como coisas com carnes se elas forem feitas na hora. Do meu top nojo está a sopa de carne. Como as pessoas conseguem comer uma sopa que tem um animal morto boiando ali por dois dias. Gente, apenas pare com isso!

4 • Você tem alguma mania? Qual seria?
Enrolar o topete. Na maioria das vezes só consigo dormir se enrolar o topete. Pouquíssimas pessoas já me viram fazer isso. Começou quando minha mãe me amamentava. Eu enrolava o cabelo dela. Ela não gostava e prendia em rabo de cavalo. Eu comecei a enrolar o meu e nunca mais parei. Acho que tenho um pouco de vergonha disso. Mas é tão bom. É como a cocainaMENTIRA!

5 • O que você gostaria de comer todos os dias?
Sorvete! Claro! Sempre foi meu doce favorito. Amo o de queijo apesar de ninguém gostar. Também amo os com gosto de pasta de dente. Mas se fosse para escolher um seria creme/baunilha.

6 • Do que você mais sente falta?
Acho que de nada. Não sou muito apegado a coisas.

7 • Existe alguma palavra que você fala muito? Qual seria?
Gente, claro que é gente. Todas minhas frases começam com "gente".

8 • Qual é o país ou lugar do seus sonhos?
Olha, eu nunca pensei em ir para o exterior. Mas ando pesquisando muito sobre NY. Porque lá existem vários cursos interessantes para ilustradores. 

9 • O que você odeia fazer? 
Não sei se tem uma coisa que eu ODEIE fazer. Porque geralmente quando tenho que fazer coisas assim eu meio que medito e faço sem perceber. RISOS. Mas posso listar várias coisas que meus pais me pedem para fazer diariamente. . .

10 • Já teve vontade de fazer alguma loucura? Qual seria? 
Gente, sou 100,1% careta. A minha maior loucura é não querer fazer loucuras. Tô muito velho para isso.

11 • Qual é o seu blog favorito?
Love Taza. Acompanho desde que a filha era recém nascida. Agora eles já estão no terceiro filho. O tempo passa muito rápido. Mas no geral amo blogs de "família". A maioria é gringo e eu tenho que jogar no tradutor do google.

Acho que é isso gente. Foi tudo. Muito obrigado, Crespa! Se eu fosse indicar alguém (fica uma indireta solta no ar) seria a Andrea, Bah, Pablo, Débora, Júlia e a Emi. Mas não vou avisar para nenhum deles. Se por acaso chegarem até aqui, sintam-se livres. E se forem responder a parte das perguntas podem dar um rt nas perguntas da Crespa porque seriam as mesmas que eu faria.
Beijo, gente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014