terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Birdman

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015
Esse ano eu não me preparei tanto o quanto queria para o Oscar. Eu sempre assisto a todos os filmes indicados a melhor filme e escolho um para torcer. No domingo eu estava entediado e como faltavam duas horas para o Oscar começar resolvi assistir Birdman. E não é que ele ganhou como melhor filme?! Eu gostei tanto do filme que durante a apresentação do Oscar preparei um dos três pôsteres. Eu precisava colocar tudo aquilo para fora de alguma forma.

Um leitor do blog (Joe) sugeriu que ao invés de reproduzir os pôsteres dos filmes, que criasse pôsteres de acordo com a minha percepção do filme. Isso fez muito sentido para mim e a dica dele vai começar a entrar no projeto. Porque além de ter que pensar mais para ilustrar posso evoluir no meu traço. Ainda irei customizar os pôsteres oficiais do filme, mas sempre que possível criarei pôsteres meus. Desses três pôsteres de Birdman só um é uma customização do pôster original.

No primeiro pôster quis mostrar o processo de enlouquecimento do protagonista até que o Birdman tomasse conta dele. Começando na parte inferior onde ele estala os dedos e começa a se transformar até deixar o Birdman tomar conta dele. 

No segundo, que é uma customização do pôster original, mostrei através dos traços e das manchas de tinta preta o universo desmoronando enquanto o personagem entra no universo Birdman.

O terceiro, que é o meu favorito, dei destaque a uma das minhas personagens favoritas. Nessa cena em especial nos identificamos mais com ela porque percebemos que a personagem nos representa no filme. Porque assim como nós ela está vendo o personagem principal enlouquecer sem saber muito bem o que está acontecendo. Não sabendo se aquilo tudo é real ou não.

Estou muito orgulhoso desses pôsteres. Com o projeto estou conseguindo criar novos traços e sair um pouco da minha zona de conforto. No primeiro pôster usei um brush que imita lápis 2B, que era o meu favorito para desenhar antes de eu começar a desenhar no computador. O pôster preto e branco iria ser deletado mas não deletei porque minha irmã gosta de ilustrações mais rabiscadas e simples. Com o tempo eu até passei a gostar mais dele e decidi fazer mais coisas parecidas. Meu orgulho maior é do pôster da Emma. Sempre tive vontade de desenhar sem contornos mas nunca consegui. Ando me dedicando muito a estudar esse tipo de ilustrações. Pretendo fazer mais coisas parecidas.
Birdman #01 Birdman #02 Birdman #3
Birdman • Trailer

Um ator (Michael Keaton) – famoso por interpretar um icônico super-herói – faz de tudo para montar uma peça na Broadway. Às vésperas da estreia, ele vai lutar com seu ego e tentar recuperar sua família, sua carreira e ele mesmo.
•••
O filme tem uma estática muito legal que eu não lembro de já ter assistido em outros filmes. O uso de lentes grandes angular tão próximas aos personagens consegue nos levar para dentro da loucura daquele universo do protagonista. Aquele solo de bateria fez toda diferença nas cenas. A passagem do tempo com planos contínuos deixam o filme muito mais interessante. O Oscar foi merecido porque você consegue ver a dedicação de todos envolvidos no filme. Eu poderia numerar minhas cenas favoritas mas dessa forma eu iria narrar o filme todo. Eu realmente gostaria que a Emma Stone tivesse mais sequências. A personagem dela é tão interessante. Entendo que se dessem mais destaque para a personagem o filme duraria mais uma hora. Sem reclamações. Esse filme desceu redondinho. Com certeza ele vai para a minha lista de favoritos.

Alguém conhece filmes nesse estilo? Poderiam indicar? Quero colocar mais filmes assim na minha lista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014