terça-feira, 7 de abril de 2015

Natação.

terça-feira, 7 de abril de 2015
Muito feliz de estar riscando mais um item do meu caderno de desejos. Sempre quis fazer natação! Eu cheguei a fazer quando era criança, mas tinha alergia ao cloro da piscina e tive que sair. Foram anos e anos morrendo de vontade de entrar em uma aula. Estar gordo me impedia de tirar a camisa em público e ser livre com o meu corpo. Graças as Deus venci essa barreira e semana passada entrei na aula. Não consigo descrever a sensação de liberdade que estou sentido nesse momento da minha vida.

O que está me deixando ainda mais feliz é que o meu pai em um impulso inesperado resolveu fazer aulas junto comigo. Inicialmente ele iria só me dar uma carona para eu fazer minha matricula. Foi lá na hora que ele decidiu. A muito tempo sinto vontade de ter um momento desses de pai e filho com o ele. Porque os anos vão se passando e os interesses também. É muito triste ver pais e filhos distantes com o tempo. Antes nós frequentávamos a mesma igreja e fazíamos as atividades da igreja junto. Depois que sai da igreja perdemos esse contato. Convenhamos que sair para comer não é "bem" um programa de pai e filho, é só uma refeição. Agora eu e meu pai estamos mais unidos e temos esse tempo juntos.

As aulas estão sendo ótimas. Sou iniciante do iniciante e até aula passada não conseguia nadar sem segurar a prancha. Hoje já consegui me livrar dela. Estou certo de que a natação ajudará muito o meu condicionamento fisico. Me dará mais confiança e me ajudara em vários setores da minha vida. Não tenho objetivo de virar um atleta (no momento risos) mas quero aprender a nadar para poder aproveitar melhor a praia que fica perto da minha casa.

Continuo paralelamente andando de bicicleta (quase todos os dias), fazendo academia e correndo na praia ( duas vezes por semana). De todas as atividades a mais difícil, porém prazeirosa, é a corrida. Tem horas que sinto que vou cair no chão morto. Mas a sensação após o exercício é maravilhosa. Me sinto mais vivo e disposto. Muito feliz em ter vencido barreiras e me tornado essa pessoa dedicada a uma vida mais saudável. O meu peso continua fixo. Não tenho engordado e nem emagrecido. Aparentemente estou mais fino. Mas tento não me pesar com muita frequência para não ficar preocupado sem necessidade com o meu peso. Continuo mantendo minha dieta (que já se tornou minha alimentação normal) e fazendo exercícios todos os dias. 

Me sinto leve e feliz. ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014