sábado, 30 de maio de 2015

21/52 • Queria ter coragem para ter um

sábado, 30 de maio de 2015
Eu sempre tive vontade de ter barba. Minha barba começou a crescer aos 12 anos e foi lá pelos 16 que começou a ficar mais grossa. Por volta dos 26 assumi-la só me barbeando aos sábados. Sempre tive alergia a gilete e ficava com o pescoço todo vermelho e coçando. Então já que é para parar de fazer a barba vamos parar direito. Hoje em dia não consigo me ver como uma pessoa que faz a barba todos os dias. Além de me achar mais bonito ( risos envergonhados ) com ela, me sinto mais livre. Só quem tem barba sabe a sensação. É como se as mulheres resolvessem não usar mais sutiãs. Por que você  mantém um habito que te deixa oprimido com seu próprio corpo? Se essa é nossa casa vamos decorá-la para nos sentirmos confortáveis.

Minha vontade era ter paciência e coragem para ter todos os tipos de "modelo" mas a verdade é que eu tenho muita preguiça de manter a barba bem feita. Nunca tiro os pelos do pescoço com frequência e nem aparo as bochechas. Porque se fosse para eu ficar me preocupando com isso eu tiraria ela toda de uma vez. Admiro muito quem consegue manter uma barba bem feita e em estilos extravagantes. A manutenção de uma boa barba é demorada. Se você cometer um pequeno erro se vê obrigado a tirar ela toda e perder meses de trabalho.

Não me julguem. Acho que estou na idade de ser dono da minha própria aparência e não me preocupar mais com o que os outros vão pensar. Gosto de me sentir bem comigo mesmo com ou sem barba. Seriamos todos mais felizes se tratássemos a aparência como extensão da nossa personalidade e não o contrário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014