terça-feira, 30 de junho de 2015

Beginners • The Age of Adaline • Still Alice

terça-feira, 30 de junho de 2015
Beginners • Trailer 

Oliver (Ewan McGregor) conhece a irreverente e imprevisível Anna (Melanie Laurent) apenas meses após seu pai Hal (Christopher Plummer) falecer. Esse novo amor inunda Oliver com memórias de seu pai, que - após 44 anos de casamento - saiu do armário aos 75 anos para viver uma vida plena, energizada, tumultuada e maravilhosamente gay. As consequências da honestidade nova de Hal, as vezes engraçada e comovente, trouxe pai e filho mais próximos do que nunca. Oliver agora se esforça para amar Anna com toda a bravura, humor, e esperança que seu pai lhe ensinou. -Filmow
•••
Eu sempre encontro um filme perdido no meu computador e fico me perguntando de onde tirei ele. Em 10 minutos de filme a identificação foi total. Não, o meu pai não se assumiu gay e o foco principal do filme não é esse. O foco do filme é sobre o amor que nós esperamos receber das pessoas e como achamos que aquilo vai nos mudar. Eu amei esse filme de muitas formas. Ando em uma fase (ou uma vida) um pouco deprimida. Me exerguei no Oliver de várias maneiras, inclusive por ele ser um ilustrador. A forma com que ele vê a vida, seu humor, sua solidão... TUDO. A única coisa que me falta é encontrar uma mulher que me compreenda (lágrimas da solidão). Sim, assista esse filme.

The Age of Adaline • Trailer
Adaline Bowman (Blake Lively) nasceu na virada do século XX. Ela tinha uma vida normal até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, ela, milagrosamente, não consegue mais envelhecer, se tornando um ser imortal com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones (Michiel Huisman), um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade. -Filmow
•••
Não estava muito empolgado para assistir esse filme e acho que por isso ele se tornou uma bela surpresa. Na verdade eu só assisti porque sou um pouco apaixonado pela Blake Lively (xoxo Gossip Girl). Acho ela uma mulher muito bonita e elegante. Parece que ela está se interpretando. No inicio você acha que o filme será contado de outra forma, mas ele acaba sendo focado no ano atual e mostrando aos poucos o que ela teve que passar para se tornar a mulher que é. Imagina o quão boa, e as vezes entediante, deve ter sido a vida dela?! Ela ouviu todos os tipos de músicas, assistiu todos os tipos de filmes e series, comeu todos os tipos de comida e por aí vai... As vezes eu fico com tanto medo de não dar tempo de fazer tudo o que eu quero na minha vida que acabo não fazendo nada. Adaline teve tempo para fazer tudo. O final do filme é lindo lindo. Estilo mamão com açúcar que eu amo. Risos.

Still Alice • Trailer

Alice Howland (Julianne Moore), uma bem-casada mãe de três filhos adultos, é uma renomada professora de linguística, que começa a esquecer as palavras. Ao receber um diagnóstico devastador de Mal de Alzheimer, Alice e sua família terão seus laços testados. -Filmow
•••
Já faz tempo que queria ver esse filme. Por dois motivos. 1- Julianne Moore e 2- Elizabeth Grey Risos. Esse tema mexe muito comigo por causa de Grey's Anatomy. Ninguém imagina o quanto chorei assistindo aquela serie. Não foi diferente com Still Alice. Essa doença é muito injusta. A mais injusta de todas. Você se esquecer da sua história. Não lembrar quem está vivo e quem está morto. Esquecer da sua família. Esquecer de você. Chorei durante vários momentos do filme porque me coloquei no lugar da Alice. Indico esse filme porque adoro chorar em filmes. As vezes engulo muito choro na minha vida e os filmes servem de desculpas para eles saírem sem medo. (ok, estou deixando o post um pouco mais depressivo do que esperava. hahaha).

Se alguém tiver indicações de filmes com esses temas... Fico no aguardo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014