terça-feira, 25 de agosto de 2015

Qu'est-ce Qu'on a Fait au Bon Dieu? • True Story • L'extravagant voyage du jeune et prodigieux T.S. Spivet

terça-feira, 25 de agosto de 2015
Qu'st-ce Qu'on a Fait au Bon Dieu? Quest-ce qu'on a fait au Bon Dieu • trailer 

O casal Verneuils tem quatro filhas. Católicos, conservadores e um pouco preconceituosos, eles não ficaram muito felizes quando três de suas filhas se casaram com homens de diferentes nacionalidades e religiões. Quando a quarta anuncia o seu casamento com um católico, o casal fica nas nuvens e toda a família vai se reunir. Mas logo eles vão descobrir que nem tudo é do jeito que eles querem. -Filmow 
••• 
Eu tenho gostado tanto de filmes franceses que é de se esperar que eu rasgue seda para qualquer um que apareça aqui no blog. Eles tem um jeito diferente de fazer humor que é tão simples e sutil. É um humor família que não apela para a pornografia e nem para o humor negro pesado. Esse filme por exemplo que é sobre racismo de maneira nenhuma é desrespeitoso. Achei o roteiro simples e bem feito. É como se você acompanhasse toda a vida dessa família. O que mais tenho amado nos filmes franceses, principalmente nas comédias, é que eles colocam mil atores e você consegue entender e se identificar um pouquinho com todos. Esse é um belo exemplo do tipo de comédias que eu gosto.

  True Story True Story • Trailer 

 Baseado em fatos reais, o jornalista do New York Times Michael Finkel (Jonah Hill) encontra Christian Longo (James Franco), um criminoso presente na lista dos mais procurados do FBI, que viveu fora dos Estados Unidos por muitos anos, usando o nome de Finkel, e faz uma investigação longa, que engloba assassinato, amor, engano e redenção. -Filmow 
••• 
Preciso falar sobre excelente filme para vocês. A começar que eu não levava muita fé por se tratar do Jonah Hill em um dos papeis principais. Todos nós estamos acostumados a ver ele apenas em comédias como o gordinho desajeitado. Muito bom ver esse lado dele como ator de drama. James Franco me fez ficar receoso de assistir ao filme também. Convenhamos que até hoje não vimos nenhum super filme com ele. Quando penso no nome dele só consigo relacioná-lo com Homem Aranha e Spring Breakers, que não se tratam de bons filmes. Mas passadas as primeiras impressões, eu achei um ótimo filme. Gosto muito de filmes mais focados em diálogos e histórias. James Franco é tão convincente no papel que assim como o jornalista você sempre fica em dúvida se ele é realmente culpado pelo crime. Me lembrou muito um filme que eu já indiquei aqui no blog chamado Capote. Apesar de ser um filme estável ele não é cansativo. Só pausei na metade para poder fazer mais pipoca. A história é clara e suas convisões sempre alternam entre dois personagens, o jornalista que acredita que o condenado não é culpado e sua esposa que acredita que ele realmente matou as vitímas Espero que existam mais filmes que mostrem a relação jornalista/condenado para eu poder assistir. É um excelente tema. Não entendo o motivo de ele não ter ganhado muitas estrelas no Filmow e no IMDB.

  L'extravagant voyage du jeune et prodigieux T.S. Spivet L'extravagant voyage du jeune et prodigieux T.S. Spivet • Trailer 

 Aos dez anos de idade, T.S. Spivet é um garoto superdotado, apaixonado por cartografia. Quando ele ganha um prêmio científico prestigioso, o garoto decide abandonar sua família em Montana para atravessar sozinho aos Estados Unidos, até chegar a Washington. O único problema é que o júri não sabe que o vencedor ainda é uma criança. -Filmow 
••• 
Eu não estava muito afim de assistir esse filme. Estava rolando aqui no meu computador na pasta de filmes 3D. Resolvi assistir para aproveitar as baterias do óculos da tv antes que acabassem. Resultado? Meus olhos estavam brilhando nos 5 primeiros minutos do filme. O 3D dele é super bem aplicado. Poucos filmes eu vi que usaram tanto o 3d para uma coisa boa quanto esse. Mas passado o vislumbre da fotografia, preciso indicar esse filmes por todos os motivos. Estava lendo criticas em blogs e a maioria eram negativas a cerca desse filme. Muitos pensam que esse filme é sobre a aventura do menino que fugiu de casa. Apesar do titulo ser Uma Viagem Extraordinária o filme não é sobre aventuras. Até porque não são tantas aventuras assim. O filme é sobre o luto. Eu não me lembro de já ter assistido a algum filme que abordasse esse tema por essa perspectiva. O filme é totalmente lindo. É daqueles filmes que você sente vontade de abraçar. Meus olhos encheram de lágrimas em vários momentos. Se eu não apresentei argumentos bons o suficiente para te fazer assisti-lo por último gostaria de dizer que é do mesmo diretor de Le Fabuleux Destin D'Amélie Poulain.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014