quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Foca, amigo. Foca!

quinta-feira, 12 de novembro de 2015
Acabei de voltar do nutricionista e estou muito satisfeito com o resultado. Na verdade é uma mistura de emoções. Quem me acompanha sabe que sempre fiz tudo sem acompanhamento. Botei na minha cabeça que iria emagrecer (inicialmente para incentivar minha irmã que fez bariátrica) apontei e fui. Foi com muita força de vontade que cheguei onde estou. Mas não me dei por vencido. Meu objetivo é virar um monstro, maromba, gostosão..como queiram chamar. Não tem nada de errado com isso. Quero ser forte não porque a sociedade me pressionou a emagrecer e ser assim. Quero ser forte porque me sinto bem e feliz assim. Muitas das minhas inseguranças foram perdidas junto com os quilos nesses dois últimos anos. Me sinto mais leve de corpo e alma. 

Mês passado resolvi fazer um acompanhamento com o Rafael, meu nutricionista que é gente finíssima. Não estou me sentindo gordo, mas quero chegar no corpo que almejo (amo essa palavra). Como tenho tendência a engordar o Rafael deu uma apertada na minha dieta. Porque eu não quero só "emagrecer". Eu quero perder esse resto de gordura que eu tenho no meu corpo e ganhar massa muscular. Como eu carrego umas gordurinhas concentradas aqui e alí, ele resolveu que eu deveria "murchar" antes de trabalharmos exclusivamente no ganho de massa. Porque de nada adiantaria. Eu ficaria musculoso e "gordo" ao mesmo tempo. Seria um "FORDO" = Forte+gordo.
Foca na dieta
Nesse último mês com o acompanhamento do Rafael consegui perder 5 quilos (dançando Hotline Bling do Drake para comemorar). Diminui minhas medidas da barriga, perna e naquela lateralzinha que a gente chama de pneu ou torresmo. Meu ganho de massa não foi do tipo "MEU DEUS COMO ELE ESTÁ MUSCULOSO" mas foi um ganho satisfatório. Antes de começar a dieta eu estava com 90 quilos e agora estou com 85. Antes que você arregale os olhos e diga "isso tudo?!" você precisa entender que o peso é medido de forma diferente para quem faz musculação. Massa magra também pesa. Sem contar que sou alto, tenho 28 anos entre outros fatores. As pessoas que me encontram falam para eu parar de emagrecer. Mas não vou desistir até conquistar meu objetivo. Mas na verdade acho que nunca vou parar de me alimentar bem e fazer exercícios porque tudo isso mudou muito minha vida de uma forma positiva (pisca um olho e aponta para o céu como um jogador de futebol). 

Eu não vou passar a minha dieta aqui porque foram feitos exames (de sangue e tudo mais) para que ela fosse escrita para essa pessoa que vos fala. Eu tenho comido bastante proteínas. Ao todo são oito ovos por dia e 200 gramas de carne. Frutas e muitas verduras. Me alimento de 3 em 3 horas e malho em media uma hora e meia por dia. Aos finais de semana corro na praia. Minha única dificuldade tem sido lembrar de beber água. Vou ter que usar um despertador para isso.

Preciso contar para vocês como a minha vida está mudada. Amigos, eu amo comer frutas e verduras. Antigamente quando saia com meus pais eu só comprava biscoitos e sorvetes. Hoje em dia uma das minhas coisas favoritas é comprar frutas e verduras no supermercado. Eu sinto tanto prazer em comer uma melancia gelada que chega ser assustador. Não tenho "aproveitado" muito o dia da "refeição lixo". Porque desaprendi a gostar de comer comidas não saudáveis. O que era para ser prazeroso se tornou algo pesado. Porque serão 2 minutos de "prazer" para horas de arrependimento e esteira depois. Não estou neurótico como muitos acham. Eu apenas gosto de me cuidar e me sinto feliz fazendo isso. E se eu sinto o mesmo prazer comendo uma goiaba... que mal a nisso?!

Minha próxima consulta é em janeiro e eu estou bastante ansioso para ver os resultados. Pretendo estar com pelo menos com 81 quilos até lá. Mas não vou me punir se não conseguir. Estou bastante focado nas atividades físicas. Só sinto falta as vezes de alguém para me fazer companhia nelas. As pessoas da academia são um pouco mal humoradas e não se cumprimentam nunca. Eu poderia escrever um post só sobre isso... Meus amigos estão sempre ocupados ou desmotivados a fazer exercícios aos finais de semana/na vida. Mas mesmo assim estou firme e forte correndo todos os finais de semana e indo para a academia durante a semana.

Que em dezembro de 2016 eu esteja 100% satisfeito com meu corpo e possa voltar aqui na minha categoria WHEY e me senti orgulhoso dos meus posts. Vamô que vamô, irmão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gabriel's Journal © 2014